“Rali sem Carro” reunirá mais de 400 pessoas na Itaipu, neste fim de semana

Share Button

Mais de 400 atletas se reunirão na Itaipu, neste fim de semana, para participar de uma espécie de “rali a pé”. Pela primeira vez, nestes dias 9 e 10 de julho, a usina receberá uma etapa do Campeonato Paranaense de Orientação e do Circuito Orientação Sprint – competições de modalidade esportiva que se assemelha ao rali, com a diferença de ser percorrido sem veículos. O evento é organizado pela Federação Paranaense de Orientação e tem apoio de Itaipu, que cedeu o espaço.

Ao todo, estão inscritos 418 participantes para os dois dias. No sábado (9), o circuito sprint, caracterizado por provas mais curtas, rápidas e urbanas, reunirá 197 pessoas. Elas disputarão 30 categorias na área do Parque Tecnológico Itaipu (PTI). Os atletas partem às 15h. No domingo (10), é a vez dos atletas mais experientes adentrarem nas matas do Parque da Piracema para a etapa mais radical da 4ª etapa do Campeonato Paranaense de Orientação. São esperados 221 atletas em 50 categorias.

Ao longo do trajeto, eles estarão munidos apenas de bússolas e mapas. O percurso é conhecido no momento e inclui trechos de difícil aceso, que podem ser em terrenos diferentes, atravessando áreas alagadas ou matas fechadas.

No domingo, a partida começa às 9h, no Canal da Piracema, e deve prosseguir até as 11h. A largada ocorre aos poucos, em pequenos grupos (geralmente, de quatro a cinco atletas, de categorias diferentes). A premiação está prevista para as 14h, no restaurante do PTI.

O esporte

A ideia da orientação é fazer um percurso visitando um número de ponto de controles em uma ordem pré-determinada, com ajuda somente de mapas e bússola. O atleta precisa estar atento às características do terreno, descrito no mapa, a fim de escolher o melhor percurso e completá-lo no menor tempo. A habilidade de navegação e a capacidade de tomar decisões rápidas são fundamentais – qualidades muito semelhantes às requeridas em duplas de ralis (piloto e navegador) de carros.

Segundo os organizadores, a etapa de etapa de Foz do Iguaçu é reconhecida não apenas pelos atrativos naturais, mas também pela qualidade técnica das pistas de orientação e pela organização, logística e atenção aos atletas.

Fonte: JIE