Projeto de construção de viaduto na Av. Costa e Silva é apresentado

Share Button

O secretário de Turismo, Indústria e Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, apresentou ontem (24) o projeto do Viaduto da Avenida Costa e Silva em reunião com representantes da Associação dos Arquitetos, Agrônomos e Engenheiros de Foz do Iguaçu. A proposta, que já recebeu parecer favorável do Departamento de Estradas e Rodagem do Paraná, foi aprovada pela entidade.

“O encontro foi positivo. Conseguimos tirar dúvidas dos profissionais e recebemos sugestões que levaremos para discussão junto à empresa responsável pela elaboração do projeto. No momento é a melhor proposta técnica e econômica, desenvolvida por uma das empresas mais experientes no mercado, para solucionar um dos gargalos da nossa cidade”, avaliou Piolla.

Ainda de acordo com ele, “a solução apresentada atende e supera a demanda existente pelos próximos 30 anos. A capacidade da rotatória será cinco vezes maior que o fluxo atual. Além disso, quem chega em Foz pela BR 277, terá preferência sobre o movimento das demais intersecções’’, completou.

O presidente da AEFI, Ruberlei Santiago, disse que o encontro reforçou o papel da entidade, valorizando os profissionais da cidade. “ A AEFI está à disposição da prefeitura para construir soluções para o desenvolvimento da cidade. A participação dos integrantes da entidade na discussão de um importante projeto como este valoriza os profissionais. A proposta do viaduto teve aceitação positiva e em breve vamos debater outros detalhes desta e outras obras de Foz”, observou Santiago.

A solução apresentada pela Engemin, vencedora de uma concorrência feita pelo Fundo Iguaçu, entidade que cedeu os projetos básicos e executivos ao Codefoz, prevê a construção na BR-277 de um viaduto com extensão de aproximadamente 700 metros. Serão quatro obras em curva, juntamente com uma rotatória sob esse viaduto e a conexão com as vias marginais existentes, que futuramente serão readequadas.

De acordo com o projeto, a BR-277 será elevada, permitindo que debaixo dela seja construída uma rotatória, possibilitando separar o trânsito da rodovia e o urbano e garantindo mais segurança aos usuários. Ainda de acordo com Piolla, a obra, cujo prazo de duração é de 12 meses, atende as recomendações de mobilidade urbana com passagem de pedestres e ciclistas.

“O projeto do Viaduto da BR 277 com a Avenida Costa e Silva vai transformar o visual da entrada da nossa cidade, assim como facilitar a movimentação de todos os veículos com uma brutal diminuição nos riscos de acidentes que hoje todos correm ao cruzar a rodovia”, comemorou o empresário Paulo Pulcinelli Filho.

Apoio do Estado

Segundo Piolla, a obra, avaliada em torno de R$ 16 milhões, terá apoio do Estado. Ele comentou durante a apresentação que existe uma forte articulação em andamento por parte do prefeito Chico Brasileiro, com apoio do deputado Hussein Bakri e do secretário de Desenvolvimento Urbano, Ratinho Júnior, para a liberação de recursos.

“Em breve, o governador, Beto Richa, anunciará o apoio formal à construção do Viaduto da Avenida Costa e Silva com o repasse financeiro através do Paranacidade. O prefeito Chico Brasileiro está se empenhando pessoalmente para obter a liberação dos recursos junto ao Governo do Estado”,afirmou.

O secretário de Planejamento, Elsidio Cavalcante, e o supervisor do DNIT em Foz do Iguaçu, Vicente Veríssimo, também acompanharam a discussão do projeto na AEFI.

O projeto do Viaduto da Avenida Costa e Silva tem a aprovação de representantes do Codefoz, Prefeitura, Governo do Estado, concessionária Ecocataratas, Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Foztrans e Itaipu Binacional.

Por: AMN