Prefeita Inês confirmou o retorno de 11 médicos para Foz do Iguaçu

Share Button

A saúde pública de Foz do Iguaçu terá o reforço de 11 médicos. A notícia foi confirmada pela prefeita Inês Weizemann após viagem á Brasília na última semana. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, assegurou o retorno destes profissionais do Programa Mais Médicos para atenderem nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Os médicos deixaram a cidade ainda no ano passado, após a prefeitura não demonstrar interesse na renovação do Termo de Adesão e Compromisso com o Ministério da Saúde.

“O ministro Ricardo Barros conhece a necessidade de Foz e se prontificou imediatamente, após eu e o deputado estadual Chico Brasileiro pedirmos que os médicos voltem a atender na Rede de Atenção Básica (unidades nos bairros). Agora a Secretaria de Saúde vai tratar com o ministério sobre a formalização e acredito que em breve teremos esse reforço”, explicou a prefeita.

Ainda de acordo com a prefeita, durante o encontro foi solicitada a ampliação do número de médicos do programa federal. Atualmente 12 profissionais do programa seguem atendendo em Foz. Outros três foram transferidos. A cidade já teve 26 atuando na rede básica, entre brasileiros e estrangeiros.

“Fiz a solicitação de mais nove médicos e o ministro vai analisar a pedido. É importante que tenhamos mais profissionais para cobrir a demanda de atendimento aos iguaçuenses e outros pacientes, em função da nossa localização na tríplice fronteira”, reforça Inês.

No Termo de Adesão e Compromisso pactuado com o Governo Federal, assinado em 2013, a prefeitura é responsável por um recurso pecuniário para auxílio moradia e alimentação, enquanto o Ministério da Saúde paga os salários dos profissionais.

O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê mais investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez de profissionais.

Por: AMN