Por meio da ‘Operação Muralha’, BPFron já prendeu 27 pessoas por tráfico de drogas

Share Button

No dia 02 de maio de 2016 a Secretaria da Receita Federal do Brasil desencadeou a Operação Muralha, sem previsão para término. Trata-se de uma ação conjunta do órgão do Ministério da Fazenda com vários outros órgãos de segurança pública, como Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e Polícia Militar do Paraná. A operação vem ocorrendo na praça de pedágio de São Miguel do Iguaçu, de forma permanente e ininterrupta (24 horas por dia). O objetivo principal da Operação Muralha é combater os crimes de contrabando e descaminho, tráfico de drogas, armas, munições e medicamentos.

Os policiais militares do BPFron (Batalhão de Polícia de Fronteira) e os servidores da Receita Federal vem atuando na Operação Muralha com muita sintonia, realizando várias apreensões, prisões e encaminhamentos. Desde o início das ações no dia 02 de maio até o dia 22 de junho (período que compreende 52 dias de Operação), os militares do BPFron atuaram diretamente em 49 (quarenta e nove) situações de flagrante delito. Somente as situações relacionadas ao transporte de substâncias entorpecentes corresponde a 27 (vinte e sete) ocorrências, 55% do total de flagrantes. Decorrente dessas situações, houve a apreensão de 276,725 Kg de maconha, 2,900 Kg de crack e 1,540 Kg de cocaína. Ainda resultante dessas situações, fez-se o encaminhamento de 26 (vinte e seis) pessoas, sendo 11 (onze) maiores e 15 (quinze) adolescentes.

O último flagrante de tráfico de drogas ocorreu no início da noite de ontem (22/06), quando um homem de 19 (dezenove) anos, passageiro de um ônibus que fazia o itinerário Foz do Iguaçu X Florianópolis, foi preso por transportar em sua bagagem a quantia de 5,145 Kg (cinco quilos e cento e quarenta e cinco gramas) de substância análoga a maconha.

As demais situações de flagrante delito em que os militares do BPFron atuaram diretamente foram relacionados a crimes de Contrabando e/ou Descaminho, Receptação e Posse de Armas e Munições. O flagrante destas infrações resultou no encaminhamento de 11 (onze) pessoas, apreensão de 31 (trinta e uma) caixas de cigarros e aproximadamente 1.000 (um mil) unidades de medicamentos (principalmente estimulantes sexuais e anabolizantes), retenção de 4 (quatro) veículos, recuperação de 3 (três) veículos furtados/roubados, apreensão de 2 (duas) armas e 518 (quinhentas e dezoito) munições. Também foram presas 10 (dez) pessoas que possuíam mandados de prisão em aberto.

Tabela: BPFron
Tabela: BPFron

A Operação Muralha visa prevenir e combater os crimes de contrabando e descaminho, tráfico de drogas, armas, munições, medicamentos e outros crimes praticados, em especial com enfoque em produtos que ingressam ao Brasil vindos do Paraguai.

Por: Comunicação do BPFron