Polícia Federal apreende munições no aeroporto

Share Button

esa

A Polícia Federal deflagrou ontem, 05, a Operação PROAR/Tríplice Fronteira, que consiste na intensificação da fiscalização no Aeroporto Internacional Cataratas por 60 dias. Para tanto, policiais federais especializados em trabalhos de repressão e prevenção em ambientes aeroportuários estão trabalhando no Aeroporto de Foz do Iguaçu, juntamente com os policiais que lá atuam permanentemente. A Operação foi
planejada pela Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu e conta com apoio financeiro da Coordenação Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes(CGPRE/DICOR).

Na tarde de hoje, a Polícia Federal realizou uma prisão no âmbito da Operação PROAR/Tríplice Fronteira, com o apoio da Receita Federal. Por volta das 13h, agentes da Polícia Federal que trabalhavam no aparelho de Raio-X identificaram a existência de munições no interior da mala de um passageiro. Na fiscalização da bagagem, foi encontrada uma caixa com 50 munições calibre .32.
O passageiro embarcaria para São Paulo/SP, local onde reside. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante ao mesmo – homem, 70 anos de idade – que foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu. O preso pagou fiança e foi solto.

Por: Polícia Federal

IMG_7776 IMG_7791