Paraná receberá R$ 1,7 milhão em em equipamentos para as polícias

Share Button

A participação de cerca de 250 policiais paranaenses no esquema de segurança montado para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro vai render cerca de R$ 1,7 milhão em equipamentos para o Estado.

Fruto de contrapartida da União, a Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) vai repassar seis viaturas 4×4, além de armas de grosso calibre e equipamentos como escudos balísticos para controle de distúrbios civis, coletes, capacetes, luvas táticas e munições diversas.

Alguns equipamentos mais específicos – de proteção respiratória, saco de dormir camuflado, rede de selva, cintos de guarnição, coldres e mochilões camuflados – também integram o material que será doado ao Paraná. Após a realização das Olimpíadas, serão enviados, ainda, 200 coletes balísticos, 70 pistolas MD6, 40 carabinas e outras quatro viaturas 4×4.

MISSÕES – O secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, ressalta que, além da Olimpíada do Rio, a polícia paranaense sempre participa de missões da Força Nacional. “Isso é extremamente importante pelo contato com ambientes diversos que agregam experiências diferenciadas. Por meio de convênio firmado com o Ministério da Justiça, o efetivo recebe especialização e cursos técnicos voltados tanto para a área de inteligência quanto para a área operacional”, explica Mesquita.

FRONTEIRA – O secretário ressalta que o Paraná também tem reforço no efetivo com homens da Força Nacional atuando, por exemplo, na faixa de fronteira, em situações estratégicas, fruto dessa parceria com a União.

Especificamente para a região fronteiriça paranaense com outros países, 750 pistolas Imbel calibre 40 foram doadas para utilização de policiais militares daquela região, pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

O armamento é oriundo do programa Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (Enafron) e será distribuído para as unidades policiais militares de fronteira assim que os profissionais passarem por treinamento específico para utilização do equipamento.

Por: AEN