Obras da estrada do Auto da Boa Vista serão retomadas na próxima semana

Share Button
Foto: AMN
Foto: AMN

A Prefeitura de Foz do Iguaçu, por meio de entrevista coletiva cedida , nesta sexta-feira(12), pelo secretario de Obras do município Carlos Juliano Budel informou que a pavimentação dos 4,5 km da Estrada do Alto da Boa Vista voltará a ser executada na semana que vem.

Neste mês, a governo municipal deu um ultimato para a empreiteira e se até segunda-feira as obras não forem retomadas, o contrato será cancelado e construtora subsequente assumirá. Em 2015, a empresa executou 150 metros da estrada e interrompeu o serviço, alegando a instabilidade financeira do governo federal.

O valor da obra foi orçado em R$ 1,2 mi, com recurso procedente do Ministério da Agricultura e contrapartida do município. Logo após o início das obras, a empreiteira passou a exigir que o prefeito Reni Pereira assinasse um termo de compromisso de pagamento, sem concluir o serviço. Enquanto investia contra a Prefeitura para garantir o recebimento que é de responsabilidade do MA, a empresa interrompeu o trabalho, sequencialmente, causando revolta nos moradores.

Segundo o prefeito, a exigência era descabida, pois o recurso federal seria pago através da Caixa Econômica e o contrato já estava assinado. Preocupado com os agricultores que dependem da estrada para comercializar seus produtos e também em honrar o compromisso com a comunidade do Alto da Boa Vista, Reni Pereira se propôs a antecipar o montante referente a contrapartida do município e parte do valor que cabia ao governo federal (total de R$ 500 mil) para que a empresa não interrompesse o trabalho.

Mesmo com a autorização da Caixa Econômica Federal para tal procedimento, a construtora se negou a trabalhar sem que houvesse a assinatura de documento, estipulando, inclusive, prazo para a Prefeitura efetuar o restante do pagamento.

Sem poder arcar com compromisso da União, restou ao município deixar a obra parada, até que se cumprisse todas as diligências legais cabíveis, para a convocação de nova empresa.

O prazo da terceira notificação emitida vence na segunda-feira. O secretário de Obras, Carlos Juliano Budel, disse que na terça-feira, dia 16, fiscais da SMOB estarão na comunidade. Caso as máquinas não estejam trabalhando, imediatamente, iniciarão o processo de convocação da outra empresa.

Entre publicação e assinatura do contrato, Budel acredita que decorram 48 horas. ‘Caso a atual empreiteira não cumpra a notificação, a previsão é que até sexta-feira a nova construtora esteja trabalhando’.

Fonte: AMN / Postado por:Wallace Zenaro