Mais de 100 mototaxistas de Foz do iguaçu não renovaram a permissão

Share Button
Foto: CMFI
Foto: CMFI

Os mototaxistas que ainda não compareceram ao Foztrans para a renovação anual da permissão para fazer o transporte e prestação de serviços por meio de motocicletas, bem como, a vistoria desse veículo, têm prazo até dia 9 de abril. A lista com o nome dos 102 prestadores dessa atividade que ainda não procuraram o Instituto de Trânsito, para fazer essa regularização, foi publicada no Diário Oficial do município de quarta-feira. Na notificação está estabelecido o prazo de um mês para fazer a renovação. O profissional que não atender ao chamamento terá a permissão cassada.

O trabalho de vistoria e renovação da permissão foi iniciado em janeiro, mas dos 540 permissionários cerca de 20% ainda estão irregulares. Vencido esse último prazo, de 30 dias, o Foztrans fará a fiscalização desse serviço e o mototaxista, que não atualizou a permissão para essa atividade, perderá o direito de seguir trabalhando. A vistoria é necessária para verificar se a motocicleta está identificada e em boas condições para circular. Diariamente os mototaxistas rodam uma alta quilometragem e é preciso estar atento ao desgaste natural das peças.

Na vistoria da moto serão verificados todos os itens de segurança e manutenção do veículo, que incluem estado dos pneus, funcionamento do farol e piscas, retrovisores, presença do dispositivo aparador de linha ( antena corta pipa), proteção para pernas ( mata cachorro). Serão checados os itens de padronização como a numeração no colete, capacete e na moto. Após a aprovação do veículo na fiscalização será emitida a credencial de trabalho que também tem o custo de uma UFFI.

O objetivo da renovação e vistoria é garantir a segurança e a integridade física tanto do passageiro que utiliza o serviço de mototaxi, como do prestador dessa atividade. Os mototaxistas devem procurar o Foztrans de segunda à sexta-feira, das 8 às 14 horas. A atividade de mototaxi é regularizada no município que possui cerca de 60 pontos desse serviço espalhados na área central e bairros.

Por: AMN