Fernando Duso mobiliza o Legislativo de Foz do Iguaçu contra o fechamento da agência da Receita Estadual na cidade

Share Button

Fernando Duso mobiliza o Legislativo de Foz do Iguaçu contra o fechamento da agência da Receita Estadual na cidade

O Poder Legislativo, através do Presidente Fernando Duso (PT), está solicitando aos Deputados que representam a região Oeste do Paraná, em especial Foz do Iguaçu, para que se mobilizem contra o fechamento da agência da Receita Estadual na cidade e peçam a nulidade do decreto publicado pelo governo do estado no Diário Oficial. O documento será encaminhado aos gabinetes da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná e segundo Duso servirá de fortalecimento contra uma decisão do Governo que, através de uma medida informa que a decisão está sendo tomada em virtude de “enxugamento da máquina” e otimização do trabalho de “arrecadação, fiscalização e atendimento”.

“Estamos mobilizados contra esta determinação do Governador, que nem se quer ouviu ou debateu esta medida com os setores políticos e econômicos da cidade. Não podemos nos calar diante desta ação, até então entendida por muitos como arbitrária e desnecessária, uma vez que Foz do Iguaçu tem uma economia pujante e que cresce a cada dia. Por isso, determinei a Assessoria Legislativa da Casa de Leis que encaminhe documento público aos deputados estaduais solicitando uma intervenção que venha a revogar esta determinação do governo do estado”, relatou o presidente. Fernando Duso está solicitando também aos demais vereadores, que se manifestem contrários ao fechamento da agência da Receita Estadual em Foz e que encaminhem solicitações de intervenções as suas respectivas bancadas partidárias na Assembleia Legislativa.

“A Câmara vem a somar esforços, juntamente com a ACIFI (Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu), o CODEFOZ (Conselho de Desenvolvimento de Foz do Iguaçu), o Despachantes Aduaneiros, o Conselho Regional de Contabilidade e tatas outras entidades representativas, no intuito de barrar esta medida”, disse Duso. A Câmara Municipal de Foz do Iguaçu está sendo representada por onze (11) partidos – PT, PSB, SD, PTN, PMN, PROS, PP, DEM, PMDB, PC do B e PV – e cada vereador estará solicitando ao deputado estadual da sigla partidária um pronunciamento e posicionamento contrário ao fechamento. “Se realizarmos uma ação em conjunto, a possibilidade de anularmos esta decisão é grande.

Mesmo o PSC e o PSD não tendo representatividade na nossa Casa de Leis, eu como presidente do legislativo Iguaçuense estou solicitando um posicionamento firme dos deputados Chico Brasileiro (PSD) e Claudia Pereira (PSC), para que se somem as demais siglas partidárias e seus deputados para fazer com que o Governo volte atrás na decisão e mais, para que o Governo saiba que, antes de tomar qualquer decisão que envolva os interesses de Foz do Iguaçu, busque ouvir a sociedade civil organizada, as classes políticas e as bancadas representativas da cidade na Assembleia Legislativa”, finalizou o presidente Fernando Duso. Mesmo com o recesso dos Vereadores, o Presidente do Legislativo iguaçuense já determinou a elaboração do documento oficial que será encaminhado à Assembleia Legislativa do Paraná, imediatamente e, quando do retorno das sessões plenárias em agosto, será lido em plenário para conhecimento dos parlamentares e da sociedade civil.

Fonte: CMFI