Em grampo telefônico, Aécio Neves cobra Beto Richa por críticas de Rossoni

Share Button

Gravações telefônicas do senador afastado Aécio Neves e da irmã dele, Andrea Neves, mostram que os dois ficaram irritados com o secretário-chefe da Casa Civil do Paraná, Valdir Rossoni. Os dois se queixaram de um vídeo, em que Rossoni se diz decepcionado ao ver o nome do senador citado nas delações de executivos do Grupo Odebrecht.

No vídeo, divulgado em uma rede social em abril deste ano, Rossoni teria afirmado que iria esperar que a Odebrecht apresente provas contra Aécio. Ele dizia que, se as denúncias fossem verdadeiras iria exigir a saída do senador da presidência do PSDB. Rossoni preside a legenda no Paraná. O secretário afirma ainda que, se Aécio não deixasse a presidência do partido, ele próprio sairia.

As gravações telefônicas de Aécio e Andrea Neves foram obtidas com autorização da Justiça, durante as investigações referentes à delação de executivos da JBS, que levaram o senador a ser afastado do mandato pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Andrea disse ao senador que ele deveria reclamar com o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB) sobre a situação.

* Andrea Neves – Oi

* Aécio Neves – Fala

* Andrea Neves – É o seguinte: tem um cara babaca do Paraná, que postou, já tá no Uol, lá do Uol do Paraná… Um cara, não sei, acho que secretário do Richa, de que… dando notícia de que você tem conta no exterior, que se você for preso , que ele vai te visitar na cadeia, entendeu? Alô?

* Aécio – Hã.

* Andrea Neves – Aí, a matéria é “Secretariado já considera…”, entendeu? Babaca!

* Aécio Neves – Pois é.

* Andrea Neves – Então mandei aí, para você dar uma lida, assim que ligar no Richa, esse cara tem que apagar esse troço, colocar um pedido de desculpa. Até mandei uma sugestão aí.

* Aécio Neves – Como é o nome do cara, hein?

* Andrea Neves – Tá aí no seu WhatsApp, aí.

Após descobrir do que se tratava, Aécio se irritou e entrou em contato com Richa, para que ele obrigasse Rossoni a se retratar sobre o vídeo.

* Aécio Neves – Oi, Beto, tudo bem?

* Beto Richa – Bem e você?

* Aécio Neves – O Beto, o Rossoni enlouqueceu, cara?

* Beto Richa – Por que? O que que houve?

* Aécio Neves – Puta que o pariu, o cara postou um vídeo, ô Beto, se esse cara não tirar agora, eu que vou expulsar ele do partido amanhã.

* Beto Richa – Quem postou?

* Aécio Neves – O Rossoni! Fala pra esse cara, ou ele arranca isso aí agora… Entende? Um mal entendido…

* Beto Richa – Não… Não é possível…

* Aécio Neves – Ou aí acabou entre a gente, cara. É a tua interface.

Em outro telefonema, Aécio volta a cobrar um posicionamento de Richa sobre a confusão criada por Rossoni. Ele ainda orienta o governador sobre como deve proceder, para evitar que as declarações de Rossoni causem ainda mais estrago.

* Beto Richa – O que você quer?

* Aécio Neves – Eu não sei, né… sei lá, cara… se não, retira isso e… diz “como houve… tô retirando, porque como houve uma má interpretação”, se não isso vira notícia da Folha de São Paulo, te envolve…

* Beto Richa – Viraliza já.

* Aécio Neves – Ó “em razão da má interpretação do meu vídeo, tô retirando, tô retirando o vídeo”. Eu acho que é isso que ele tem que fazer. E uma nota, dizendo o respeito que tem pelos dirigentes do partido, que tudo isso… Tá tudo do mesmo lado, cara,nessa história, pelo amor de Deus.

A situação criada por Rossoni acabou não sendo resolvida completamente, já que o vídeo acabou, de fato, sendo replicado em várias redes sociais. O secretário foi procurado para comentar o caso, mas não quis fazer comentários.

Beto Richa e Aécio Neves, que foram citados em delações de executivos tanto da Odebrecht, quanto da JBS, também preferiram ficar em silêncio sobre os telefonemas. Os dois negam que tenham cometido qualquer irregularidade.

Embora Richa tenha sido citado na delação da JBS, nem ele, nem Rossoni são alvos de investigações até o momento.

Por: G1

Foto: Hugo Harada/ Gazeta do Povo