Em 10 dias, prefeitura já usou mais de 200 toneladas de asfaltos na ‘Operação Tapa-buraco’

Share Button

A segunda fase da operação tapa-buracos de Foz do Iguaçu ganhou uma nova equipe que atenderá as demandas a partir de hoje. Uma equipe está operando na Vila C e outra irá para as vias principais do município, com previsão para iniciar uma terceira equipe nos próximos dias. Hoje a segunda equipe está fazendo a extensão da Avenida General Meira. Na Vila C, as ruas que receberam a operação hoje foram a Rua B e parte da Avenida Andradina. Amanhã (18) uma das equipes fará a extensão da Avenida República Argentina. Do dia 8 de maio até o momento, foram aplicados 200 toneladas de asfalto para tapar os buracos.

A segunda etapa da operação está sendo realizada pela empresa Florenza, Comércio, Serviços e Consultoria Ltda, vencedora da licitação para a execução dos trabalhos. O valor do contrato será de R$ 1.183.200,16, abaixo do valor máximo de 1.499.000,00 estabelecido na licitação.

O diretor do Departamento de Serviços e Manutenção da Secretaria de Obras, Geraldo Nascimento, informou que uma nova equipe está sendo solicitada para a empresa vencedora da licitação. “No contrato não estava estipulado o número de equipes, porém, no edital para licitação estava constando o número necessário e estamos aguardando a formação dessa nova equipe para realização dos trabalhos”, disse.

A terceira equipe será denominada ‘equipe flutuante’ que ficará de plantão para operações rápidas. “Por exemplo, quando um buraco aparece depois da chuva e corre o risco de causar acidentes, eles buracos serão fechados com urgência pela equipe itinerante”, explicou.

Logística

A população pode solicitar o serviço de tapa-buracos pelo telefone 3521 1718 e 3521 1711. Nos dois ramais o morador passa as informações da rua e em seguida é feito um levantamento para posteriormente a secretaria incluir no cronograma da operação.

“Nós pedimos a compreensão dos iguaçuenses, pois esses buracos são de longa data e não será em apenas um mês que resolveremos o problema da cidade toda. Estamos fazendo por etapa e procurando fechar o máximo de buracos por dia”, finalizou Nascimento. Em dias de chuva não haverá operação.

Por: AMN