Delegacia de Polícia Civil de SMI recebe moção de aplausos

Share Button
Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

Há pouco mais de um mês de inauguração, o Projeto Esperança da Delegacia de Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu recebeu na tarde de ontem, segunda feira (21), na Câmara de Vereadores do município, o titulo de moção de aplausos pelos serviços prestados a comunidade oferecido pelo vereador Egon Remor.

Na presença de todos os servidores da delegacia, autoridades locais, delegado chefe da Subdivisão Policial Dr. Alexandre Macorin, delegado de Santa Terezinha de Itaipu Dr. Paulo Caldas, Secretário de Segurança de Foz do Iguaçu Cleomar Farias, promotor de Justiça da Comarca e Dr. Eric Stilben o delegado da unidade, Dr. Francisco Sampaio recebeu a placa de menção honrosa pela iniciativa de criação do Projeto Esperança.

O Projeto Esperança consiste na ressocialização dos presos sob custódia da Polícia Civil de São Miguel do Iguaçu, sendo desenvolvidos cursos profissionalizantes de corte e costura, eletricista residencial e aulas de música, além da confecção de fraldas geriátricas que estão sendo distribuídas a população carente do município.

O delegado Alexandre Macorin falou da importância do projeto a comunidade. “Tenho certeza que estes detentos que estão participando do projeto, ao sair do cárcere, não irão retornar ao mundo do crime”. O promotor de Justiça Eric Stilben disse se sentir honrado em participar do projeto. “Desde que o Francisco inicio o projeto, nos colocamos a disposição, e hoje tenho a certeza que foi uma brilhante iniciativa”.

Após entrega dos diplomas ao servidores da Polícia Civil e aos professores do Projeto Esperança, o delegado Francisco Sampaio agradeceu a todos pelo apoio. “Tive a iniciativa, mas o projeto não aconteceria sem o apoio de todos. Agradeço também a população e aos empresários de São Miguel que abraçaram o projeto, pois sem eles não teríamos obtido sucesso na construção da sala que abriga o projeto esperança”, finalizou o delegado.

No total, 10 presos foram selecionados para participar inicialmente do projeto, podendo ser substituído a qualquer momento caso apresente um mal comportamento.

mocao

mocao1

mocao3

Por: Comunicação Social da Polícia Civil em Foz do Iguaçu