Candidato a prefeito de Foz do Iguaçu Tulio Bandeira diz estar preparado

Share Button

O candidato a prefeito de Foz do Iguaçu Tulio Bandeira (PTC), reiteradamente tem apresentando em sua página oficial no facebook as suas propostas de governo, na rede social o candidato se diz preparado. “Estamos com uma excelente equipe, confiantes que nossa cidade, nosso país está sendo passado a limpo, é chegada a hora de renovar a gestão, estamos preparados para esse desafio”, disse o candidato.

Propostas:

Saúde

Uma das principais ações do candidato a prefeito de Foz do Iguaçu é na área da saúde pública, onde nunca antes na história da cidade, se viu uma saúde em colapso total, o plano de governo quer garantir e melhorar o acesso da população a serviços de qualidade, com equidade e em tempo adequado ao atendimento das necessidades de saúde, mediante aprimoramento da política de atenção básica e da atenção especializada, e principalmente promover a atenção integral à saúde da mulher, dos idosos e da criança com ênfase nas áreas e populações de maior vulnerabilidade, temos que implantar um programa de prevenção. “A saúde de Foz precisa ser reformulada, e tratada de forma humanizada, reconhecer os profissionais da saúde”.

Turismo

O grande carro chefe da economia de Foz, “penso em transformar o Centro de Convenções numa grande feira mundial e permanente, onde vários países podem ter seus stands, assim o turista estrangeiro terá alguém do seu país, vendendo nossa cidade, com certeza irá permanecer mais tempo na fronteira, infelizmente hoje somos uma cidade de trânsito, e temos que mudar esse perfil, a região tem atração para o turista permanecer até uma semana em Foz, fomentando assim a economia em todas as áreas”. Criar grandes eventos anuais a serem incluídos na rota nacional e internacional de turismo, criar um plano de divulgação para o Brasil e exterior, e elaborar e executar políticas públicas integradas com as entidades, Federações e Sindicatos.

Segurança Pública

Promover a pesquisa e a inclusão das ciências aplicadas à redução da criminalidade, bem como interagir com a comunidade acadêmica para realizar estudos visando o entendimento mais apurado do fenômeno da violência/criminalidade, realizar pesquisa de vitimização objetivando estabelecer o diagnóstico do quadro da violência/criminalidade, bem como, do nível de serviço prestado pela segurança pública. “A segurança não depende somente de policiais, esta agregada à educação, geração de renda e qualidade de vida, tem que aumentar o número de policiais? Sim tem, mas temos que trabalhar e prevenir a violência por meio de ações sociais e afirmativas da prefeitura nas localidades mais pobres e violentas da cidade”.

Emprego e Desenvolvimento Econômico

A informalidade faz parte da realidade de Foz, infelizmente após os vários ciclos que a cidade passou, desde a extração da erva-mate, construção da usina de Itaipu, até chegar ao turismo de compras, onde milhares de pessoas
viviam de mercadorias contrabandeadas do nosso país vizinho, o Paraguai, “temos que lembrar que essas pessoas ficaram sem trabalho, muitas ainda vivem de pequenos “bicos”, a cidade não teve estrutura para recolocar esses trabalhadores no mercado de trabalho, vamos oferecer redução de impostos a empresários que contratarem para o primeiro emprego, estimular a economia criativa em Foz do Iguaçu, e implantar um programa de ensino profissionalizante nas localidades mais carentes, com foco no primeiro emprego, estimulando as vocações econômicas da cidade, que são o turismo e o setor de serviços”.